Faltam duas semanas para o fim do prazo de entrega da declaração do Imposto de Renda

Quem perder o prazo para a entrega da declaração estará sujeito ao pagamento de multa mínima de R$ 165,74 e máxima de 20% do imposto devido.

Faltam apenas duas semanas para encerrar o prazo para prestação de contas com o Leão. O prazo para a entrega da declaração vai até as 23h59 do dia 31 de maio.


Contribuintes que receberam mais de R$ 28.559,70 de renda tributável no ano passado estão obrigados a fazer a declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física.


Também deverá entregar a declaração quem tenha recebido rendimentos isentos acima de R$ 40 mil em 2020, quem tenha obtido ganho de capital na venda de bens ou realizou operações de qualquer tipo na Bolsa de Valores, quem tenha patrimônio acima de R$ 300 mil até 31 de dezembro do ano passado e quem optou pela isenção de imposto de venda de um imóvel residencial para a compra de um outro imóvel em até 180 dias.


De acordo com a Receita Federal, até as 11 horas desta segunda-feira (17), o órgão já tinha recebido 20.526.298 declarações. A expectativa é que sejam entregues cerca de 32 milhões de declarações até o fim do prazo.


A Receita alerta para que os contribuintes não deixem para a última hora. O sistema de recepção de declarações da Receita funciona 20 horas por dia. Fica indisponível somente na madrugada, entre 1 hora e 5 horas.


Vale lembrar que o prazo inicial para a entrega da declaração era o dia 30 de abril. No entanto, devido à pandemia da covid-19, a data foi adiada por um mês. O Congresso chegou a aprovar um projeto que mudaria a data de entrega para 31 de julho, mas o presidente Jair Bolsonaro vetou a proposta de prorrogação do prazo.


Entre as principais novidades nas regras deste ano, está a obrigatoriedade de declarar o auxílio emergencial de quem recebeu mais de R$ 22.847,76 em outros rendimentos tributáveis e a criação de três campos na ficha “Bens e direitos” para o contribuinte informar criptomoedas e outros ativos eletrônicos.


Fonte: ISTOÉ DINHEIRO

BP Tax Global Advisory


MIAMI | SÃO PAULO | MONTEVIDEO| NASSAU | ORLANDO

6 visualizações0 comentário